A microbiologia, como o próprio prefixo já anuncia, estuda organismos tão pequenos que só podem ser vistos com o auxílio de microscópio: os micro-organismos. Para se ter uma ideia do quão minúsculos são os micro-organismos, a unidade micro (representada por µ) representa a milésima parte do milímetro, menor que isso só a medida "nano". Uma parte desses seres microscópicos são bem conhecidos nossos: bactérias, fungos, vírus, algas e protozoários - e não se espante ao saber que eles não são apenas causadores de doenças e que podem ser benéficos.

Após a breve introdução, queremos dizer que há muitos campos em que a microbiologia se aplica e três deles serão nosso assunto no decorrer do texto: a microbiologia ambiental, a microbiologia de alimentos e a biotecnologia, assim como os cursos online que tratam desses temas que estão bastante em alta no mercado de trabalho.  

Microbiologia: os micro-organismos e o homem

O contato dos micro-organismos com o homem, apesar de sempre parecer que não há nada de bom nisso, pode ter uma forma positiva e até mesmo indispensável à vida: é o caso das bactérias nitrificantes, que são partes de um processo de formação de nitrito no solo, convertendo amônia em nitrato. Esse processo chama-se nitrificação e produz energia, que, quando liberada é utilizada pelas bactérias para reduzir o dióxido de carbono.  

Já outras bactérias, assim como as algas azuis, têm uma super capacidade de assimilar nitrogênio da atmosfera e fazer uma conversão para uma forma capaz de ser usada pelas células. A importância disso é que há uma deficiência de nitrogênio que pode ser utilizado e isso é fator limitante para o crescimento vegetal.  

Por outro lado, outros tipos de bactérias são causadoras de doenças - essa é a parte da qual normalmente lembramos. Mas assim como as bactérias, os outros micro-organismos também têm lados bons e funções importantes "na vida". Dá uma olhada: 

  • Algas são fotossintetizantes; 
  • Micro-organismos marinhos são base de cadeias alimentares; 

  • Vírus atuam no controle biológico (em sistemas agroecológicos, por exemplo). São também auxiliares na engenharia genética (atuando como vetores de terapia); 

  • Fungos são produtores de alimentos e bebidas (queijos, vinho, rum , pão, cerveja). Também atuam no controle biológico, têm o título de maiores decompositores do planeta e são produtores de antibióticos e antifúngicos; 

  • Bactérias como já vimos são fixadoras de nitrogênio, também atuam no controle biológico e são produtoras de antibióticos e antifúngicos, produzem iogurte, ácido e vitaminas e são sintetizadores de hormônios na engenharia genética. 

Tudo o que for abordado aqui, considerando o "lado do bem" dos micro-organismos, faz parte do curso online Microbiologia do portal Enfoque Capacitação. O curso é uma ótima opção a quem já trabalha na área, a estudantes de Biologia, Microbiologia a áreas afins e a todos que têm o interesse em saber mais sobre o assunto. 

Cursos relacionados que podem te interessar:

Como surgiu a Microbiologia 

Para começar a história, é preciso resgatar informações sobre a invenção do microscópio. A História conta que ele foi inventado por dois holandeses, que trabalhavam com a fabricação de óculos. O ano era 1591 e os inventores eram Hans e Zacharias Janssen, pai e filho. 

Conta-se que os primeiros passos em direção à microbiologia foram dados pelo cientista Robert Hooke, mas quem realmente observou os micro-organismos pela primeira vez foi um também holandês, Antonie Van Leeuweenhoek. O microscópio usado por Leeuweenhoek tinha apenas uma lente, mesmo assim ele analisou materiais biológicos bem variados, como glóbulos vermelhos do sangue humano e espermatozoides de sêmen de animais. Os micro-organismos foram chamados de micróbios. 

Robert Hooke aperfeiçoou o microscópio, colocando duas lentes, criando o microscópio composto. Ele foi o primeiro a observar sere vivos. Em 1665  ele lançou Micrographia, um livro no qual detalha minunciosamente uma pulga e um piolho. Você pode estar perguntando "e daí?", pois a importância do que Hooke fez foi trazer a técnica de experimento para o estudo microscópico dos seres vivos.  

Hooke era, na verdade bastante conhecido no campo da Física, seu interesse não era estudar os seres vivos, o seu interesse era estudar o microscópio. Tanto que ele observou de tudo um pouco, mas acabou descobrindo coisas na área da Biologia, pois em Micrographia há a descrição de 60 itens biológicos, incluindo "dentes de caracol". 

Detalhes vegetais também foram amplamente estudados por ele, assim como mofo, cogumelos, esponjas e outros seres. Há muitos resultados importantes na obra de Hooke, mas um tem a ver com o nosso assunto: a primeira descrição (que se conhece) de um microrganismo, o fungo microscópio Mucor. 

O cientista francês Louis Pasteur também trouxe importantes descobertas para a área da microbiologia. Suas pesquisas fizeram com que a Teoria da Geração Espontânea fosse descartada. Acreditava-se que o surgimento da vida vinha de matéria inanimada, mas os estudos de Pasteur comprovaram que existiam organismos invisíveis a olho nu. Isso foi por volta de 1878, e Pasteur apresentou a Teoria dos Germes, dando início à chamada Era Bacteriológica. 

microbiologia em cursos online

A partir daí houve mudanças significativas nos métodos de trabalho de pesquisadores e médicos, além de mudanças na classificação dos seres vivos – os micro-organismos passaram a fazer parte da classificação em reinos. 

É importante citar que, mesmo com a descoberta, identificação e classificação de bactérias, fungos e parasitas, os vírus só vieram a ser identificados após a invenção do microscópio eletrônico, já no século 20, em 1931. 

É assunto que não acaba mais. Por isso, você deve pensar com carinho na possibilidade de fazer um curso de microbiologia. Mesmo que seja só para conhecer esse incrível universo invisível aos nossos olhos. Há um leque de opções em cursos EAD que oferecem um material rico em conhecimento. Além disso, optar por fazer um curso de microbiologia online você poderá estudar ao seu tempo, de acordo com seu tempo livre.  

Pense também no quão útil um curso de microbiologia pode ser para seu filhos (ou filhos). Lembre que o saber é sempre bem-vindo e também que os hábitos dos jovens são outros, eles preferem as tecnologias aos materiais físicos (leia-se, neste caso, livros), portanto, nada melhor que cursos a distância para eles aprimorarem os conhecimentos e "mandarem bem" na escola – sem contarem que se forem cursos online com certificado, eles já estarão construindo um bom currículo para o futuro. 

Os micro-organismos em números e importância 

Os números da diversidade biológica dos micro-organismos impressionam: 

  • A estimativa é que existam 5 milhões de micro-organismo;

  • Desses milhões, há 100.000 identificados por marcadores (metagenômica - estudo genético de amostras ambientais);

  • Há mais de 10.000 espécies de bactérias;

  • Outra estimativa diz que pode ser que existam 1,5 milhão de espécies de fungos, mas desse número somente 69.000 são conhecidas (aproximadamente).

Com relação à sua importância: 

  • Para a indústria: com a fermentação – etanol, acetona, ácidos orgânicos 

  • Na alimentação: na produção de vinho, queijo, iogurte, pão, conservas 

  • Na Biotecnologia: nos produtos recombinantes, como insulina humana e vacinas  

O que é Microbiologia Ambiental?

A microbiologia ambiental, um dos segmentos estudados em um curso de microbiologia online,  estuda os micro-organismos a partir de suas atividades no ambiente, para que chegue ao entendimento sobre qual a sua função na manutenção da biosfera e de que forma podem ser utilizados para remediar locais que tenham sido danificados. 

A ciência se dedica ao estudo da genética e fisiologia dos "micro-organismos do bem", além de sua interação no ambiente – o conhecimento adquirido por meio desses estudos tem o objetivo de ser usado para que a qualidade ambiental se mantenha e, é claro, dar a sua contribuição para o desenvolvimento sustentável.  

A microbiologia ambiental está relacionada aos processos microbianos que acontecem nos alimentos, na água ou no solo. Para se ter uma clareza sobre a ciência, ela não estuda os ambientes em que os micro-organismos existem, e sim, o comportamento deles em nosso ambiente. Já o estudo das atividades e do comportamento dos micro-organismos em seu ambiente natural é feito pela Ecologia Microbiana. 

A ciência faz parte do curso online Microbiologia de nosso portal. Além desse, outros cursos EAD que oferecemos tratarão da microbiologia ambiental, mesmo que de forma breve e conceitual. Por isso seria muito interessante dar continuidade ao que se aprendeu em um curso e iniciar outro, até porque, como pode notar, os temas estão interligados. 

A Microbiologia Ambiental pode ser considerada interdisciplinar, pois é ela é um conjunto de disciplinas (ou áreas) veja só o que ela engloba: Microbiologia da Água; Microbiologia do Solo; Microbiologia do Ar, Descarte de Poluentes e Biorremediação, Microbiologia Industrial;  Segurança Alimentar ; Qualidade da Água; Biotecnologia; Segurança Ocupacional e Controle da Saúde; Microbiologia Diagnóstica; 

Microbiologia de alimentos: do que se trata? 

Parte do curso online Microbiologia trata dos processos que envolvem a influência dos micro-organismos nos produtos alimentícios, assim como a análise microbiológica de alimentos: a microbiologia de alimentos. Essa ramificação da microbiologia também é estudada em outros cursos online voltados ao tema e em determinados assuntos, ela cruza com a  ecologia microbiana e com a biotecnologia, nos aspectos que se referem à produção e conservação de dos alimentos que são indicados para o consumo. Processamento de produtos já existentes, desenvolvimento de produtos alimentícios novos, inocuidade dos alimentos e também sua vida útil, tudo isso é  tratado pela microbiologia dos alimentos em estudos sobre como os micro-organismos são importantes nesses processos citados. 

Cursos online Microbiologia

A relação dos micro-organismos com os alimentos 

Há uma classificação para essa relação, veja só: 

  • Micro-organismos enquanto agentes de deterioração dos alimentos - são os que ocasionam alterações químicas insalubres ou deterioração microbiana, causando alteração de cor, sabor, odor, textura ou aspecto do alimento. Ex.: pão mofado, peixe estragado etc. 

  • Micro-organismos enquanto agentes patogênicos transmitidos pelos alimentos: esses podem causar risco à saúde de humanos e animais. Ex.: intoxicação estafilocócica.  Uma análise microbiológica de alimentos pode concluir o que causou determinada doença. A Anvisa, Agência Nacional de Vigilância Sanitária é responsável pelo fiscalização e análise microbiológica de alimentos, sempre que for preciso. É importante lembrar que o órgão regulariza os padrões microbiológicos para alimentos, de acordo com a Resolução-RDC Nº 12, de 02 de janeiro de 2001.  

  • Micro-organismos como produtores de alimentos: eles promovem alterações em um alimento e modificam as suas características originais, fazendo surgir um novo alimento. Ex.: queijos. 

Chegamos até aqui com a certeza de que ao assunto despertou sua curiosidade e a vontade de fazer um curso de microbiologia. O bacana da microbiologia é que ela abre um leque de opções e que dá para direcionar o conhecimento para a área com a qual mais se tem identificação. Outro ponto muito legal são as descobertas – a cada momento há uma coisa nova, principalmente na biotecnologia. Mas não vamos contar aqui porque esse é o nosso próximo assunto.  

Lembre-se: um curso de microbiologia online pode ser o que está faltando em seu currículo. Altamente indicado também para quem está estudando para entrar em uma universidade – seja por vestibular ou Enem, e também para quem está começando e precisa de uma forcinha com conteúdo. A vantagem: cursos EAD não tomam o tempo de seus outros estudos, você consegue ajustar tudo de acordo com a sua disponibilidade. Só no nosso portal você tem várias opções: o curso de biotecnologia, o curso de microbiologia e o curso de biossegurança

Biossegurança e Biotecnologia 

Se você fizer um curso de biossegurança, verá que ela trata dos procedimentos e estudos relevantes aos serviços da saúde, como a proteção de funcionários, manejo e descarte de resíduos e outros.  Mas na microbiologia a biossegurança se volta a organismos geneticamente modificados, seguindo as orientações da Lei de Biossegurança, nº 11.105, de 24 de março de 2005.  

A referida Lei é regulamentada pela Comissão Técnica Nacional de Biossegurança, formada por indústrias tecnológicas e por diferentes ministérios. O seu foco é nos organismos geneticamente modificados, tanto que um elemento comum nas discussões legais de biossegurança são os alimentos transgênicos. Isso liga fortemente a biossegurança à biotecnologia. 

Nos "Conceitos e Definições" da Anvisa, a biossegurança figura como: "Condição de segurança alcançada por um conjunto de ações destinadas a prevenir, controlar, reduzir ou eliminar riscos inerentes às atividades que possam comprometer a saúde humana, animal e o meio ambiente." 

Já um curso de biotecnologia lhe colocará próximo a tudo que há em avanços nos vários setores que ela abrange (e que já contam com produtos de origem biotecnológica): agricultura, indústria química, meio ambiente, alimentação, energia, pecuária, saúde e eletrônica.  Se você é do tipo que gosta de olhar o horizonte e enxergar as possibilidades, essa é uma área perfeita para você. Faça os cursos a distância sobre biotecnologia e vá conhecendo esse universo de estudos voltados a cuidar da saúde do planeta, dos problemas causados pela ação destruidora do homem, citando alguns. 

Os certificados do Enfoque Capacitação podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica

Lembra da ovelha Dolly, que nasceu em 1997? Isso é biotecnologia. Em 2003 se iniciou o processo de clonagem de animais em vias de extinção. A biotecnologia desenvolve vacinas, antibióticos e outros. Na questão ambiental estão sendo usados micro-organismos modificados para tratar águas contaminadas por poluentes ou esgoto.  Agora a biotecnologia tem um grande desafio, que são as super bactérias e que estão preocupando o mundo todo. É muito assunto para falarmos aqui, mas que você pode apronfundar em cursos online

Como você viu,  a área da microbiologia está em franca expansão. Biossegurança requer formações e atualizações contínuas, biotecnologia só tende a crescer – esse é um ótimo mercado de trabalho, e tudo o que você precisa os cursos online com certificado podem lhe proporcionar. 

Para finalizar, veja a abrangência da biotecnologia: Na Ciência Básica: biologia molecular, genética, microbiologia, biologia celular, genômica e embriologia; na Ciência Aplicada: técnicas bioquímicas, químicas e imunológicas e demais tecnologias: controle de processos, robótica e informáticas.

Cursos online Enfoque Capacitação 

As nossas 3 dicas de cursos online de Microbiologia apareceram ao longo do texto: o curso online Microbiologia, o curso de biossegurança e o curso de biotecnologia. Mas além desses, o portal tem diversos outros cursos a distância que podem ir de encontro às suas aptidões e habilidades. Você precisa conhecê-los. Para isso, faça a sua inscrição no portal e efetive a sua matrícula, pois ela lhe dá direito a acessar e fazer, duranto um ano inteiro, todos os cursos que quiseres. São cursos online com certificado que lhe garantem a comprovação de horas caso você queira, pois a certificação é opcional. O valor para ter acesso integral aos cursos é uma taxa única de matrícula de R$ 69,90, sem mensalidades. Mais de 160 mil alunos já estão fazendo nossos cursos, faça como eles e comece o seu curso imediatamente. 

Se quiseres falar conosco, dar um feedback sobre o artigo, tirar oua dúvida ou dar uma sugestão, o espaço dos comentários é seu, fique à vontade. Até breve!