A música faz parte da educação há muito tempo. Ela acompanha a trajetória da humanidade e se faz presente ao longo da História. Na Grécia antiga, inclusive, era essencial na formação dos cidadãos. É uma forma de linguagem universal, presente, de formas diferentes, em todas as épocas e culturas. É capaz de transmitir sentimentos e pensamentos  e, se ajustada às intenções do interlocutor, expressa ideias e se torna uma excelente ferramenta de comunicação e na construção do aprendizado. Exatamente por esse motivo, é um elemento importante na formação e no desenvolvimento infantil, o que a torna um instrumento essencial na educação de crianças.

O ensino de música passou a ser obrigatório no currículo da educação básica, conforme prevê a Lei 11.769, de 18 de agosto de 2008. A partir de então, escolas e profissionais da área da de educação passaram a ter esse grande desafio. Previsto pelo Referencial Curricular para a Educação Infantil (RCNEI) como uma das práticas pedagógicas auxiliares no desenvolvimento da função expressiva da crianças e, é claro, no próprio processo de aprendizagem, o projeto música na educação infantil é também o mote de um dos cursos online do portal Enfoque Capacitação.  

Queremos, neste artigo, lhe mostrar um pouco sobre o curso online Música na Educação Infantil, sua importância, as possibilidades na desenvolvimento da criança, como funciona a iniciação musical infantil e como ela favorece as descobertas e vivências na aprendizagem facilitando o processo de educação e como você pode tirar ideias para atividades quando aprofundar seus conhecimentos na temática. 

Cursos relacionados que podem te interessar:

 

A importância da música no desenvolvimento infantil 

A música no contexto educativo envolve desafios que favorecem a exploração, que culmina em descobertas, cujo resultado é a apropriação de conhecimento. Um exemplo prático é o vocabulário que a criança aprende quando canções infantis são trabalhadas. Outro exemplo é a descoberta dos ritmos e dos sons. Ela desperta várias habilidades, como concentração, criatividade, reflexão, memória e aflora a sensibilidade, além de estimular a coordenação motora.  

A musicalização na educação de crianças proporciona um benefício que se pode até considerar como o mais importante: estimula áreas do cérebro que outras linguagens não desenvolvem. Isso ocasiona uma forte contribuição também em outros aspectos, como os de percepção, tanto sonora quanto espacial (as distâncias, os movimentos e as relações entre os elementos, por exemplo). Crianças podem aprender matemática e serem alfabetizadas com a ajuda de sons. O raciocínio lógico também é estimulado, assim como a capacidade inventiva – quem nunca viu uma criança inventando uma musiquinha?  

Outro resultado bastante importante do trabalho com musicalização é a socialização. Ao ter que interagir com outras crianças, os pequenos desenvolvem a sua capacidade de integração e aprendem a noção de cooperação e da divisão de tarefas. Além disso, facilita bastante o processo de fazer amigos.

A musicalização por meio de atividades pedagógicas proporcionam à criança o próprio conhecimento e facilitam a sua interação com outras crianças. Essas atividades podem contribuir da seguinte forma: 

  • Desenvolvimento cognitivo ou linguístico: as experiências musicais favorecem o desenvolvimento dos sentidos. Ao ouvir a música, a criança se sente inclinada a acompanhar o ritmo, trabalhando assim a sua coordenação motora. Além disso, repetir o que ela está ouvindo ou imitar os sons faz com que ela estabeleça relações com o ambiente. 

  • Desenvolvimento psicomotor: o ritmo tem uma função essencial no equilíbrio do sistema nervoso. A música age aliviando tensões e favorecendo descargas emocionais. O senso rítmico é desenvolvido pelos movimentos que ela faz ao ouvir sons, seja dança, batida de palmas ou bater os pés.  

  • Desenvolvimento sócio-afetivo: a música ajuda a criança a liberar suas emoções e a desenvolver uma sensação de segurança. Quando em atividades coletivas, há o favorecimento do trabalho em cooperação, desenvolvendo dessa forma, o conceito de grupo. 

Como trabalhar música na educação infantil 

Uma das principais preocupações de educadores é definir como trabalhar a musicalização em suas aulas. Como fazer a iniciação musical infantil, que materiais e elementos pedagógicos utilizar e uma preocupação que pode até bloquear a capacidade criativa desse educador: o medo do desafio. Apesar disso, esse é um desafio a ser encarado, principalmente porque há uma variedade de recursos pedagógicos exatamente para esse fim.

Nenhuma dessas questões levantadas chega a ser um problema. Apesar de um pouco trabalhoso, ensinar música para crianças não é complicado. Para isso existem as soluções, como os cursos a distância, que auxiliam os professores com a inicialização musical infantil e dão dicas de como fazer esse trabalho de musicalização. Os cursos EAD nessa área capacitam, atualizam e aperfeiçoam profissionais da educação e dão aquela forcinha com o planejamento de atividades.  

Com relação a "não ser musical", pense nessa analogia: um professor alfabetizador não é necessariamente um escritor, então você pode se capacitar em um curso de musicalização infantil e aprender a criar seus próprios meios de ensinar pela música. Considere estes aspectos: a) você pode usar recursos digitais para tocar as músicas e acompanhar; b) você trabalhará com canções infantis, que são fáceis de cantar e c) com a capacitação dos cursos EAD você "tirará essa função de letra". 

Curso online Música na Educação Infantil

A música na educação especial inclusiva 

Não há como falar em música na educação e deixar de fora a educação especial inclusiva. Esse é mais um desafio ao educador, que terá que descobrir formas de introduzir a musicalização em suas aulas e contemplar todos os alunos, inclusive os que precisam de atenção educacional especial. Um curso de musicalização infantil auxiliar bastante nesse processo, ajudando a descobrir maneiras de planejar atividades musicais que envolvam todas as crianças. O segredo é ser capaz de identificar as diferenças e planejar atividades respeitando-as e adaptando cada atividade com música de forma que facilite a inclusão dos alunos que têm necessidades educacionais diferenciadas.  

Esse é um processo que talvez demande algum tempo e talvez até algumas tentativas frustradas, mas é dessa forma que será possível chegar ao tipo de atividade que consiga englobar todos os alunos e promover a musicalização também na educação inclusiva. O importante é que haja flexibilidade nas atividades propostas, de forma que adaptações e modificações sejam possíveis, sempre que necessário.  

A boa notícia é que sendo uma linguagem universal, a música pode ser o elemento de integração, que fará com que as crianças com deficiência se sintam totalmente inseridas no grupo, brincando e aprendendo com as demais.

Musicalização na educação de crianças: o trabalho com sons, ritmos e harmonia 

Quando falamos em música como recurso educativo, falamos em tudo que a envolve letra, sons, ritmos, harmonia etc. A iniciação musical infantil tem como sua base elementar dois elementos: o som e o silêncio, que vem de seus primeiros contatos com o mundo sonoro, quando a criança começa a identificar e reconhecer os sons, e são esses elementos que a ajudarão a aprender a formar ritmos e cadências.   

O processo na escola é de ampliar o que ela já traz na bagagem, mas direcionando ao que se quer alcançar. Logo no início do texto falamos sobre as intenções do interlocutor, que é exatamente isso: o que o educador quer desenvolver em determinada aula. 

Na verdade, existe música na educação  infantil há muito tempo, mas o que muda agora é que não estamos mais falando da musiquinha que a criança sempre cantou na hora de ir para o lanche, na hora de escovar os dentes ou nas festinhas escolares. O foco é outro, é fazer despertar na criança o interesse por ritmos e sons. Um exemplo é quando o educador propõe que as crianças criem uma música , assim elas decidirão o ritmo, os movimentos, os sons, a coreografia e até mesmo os figurinos que irão usar na apresentação. 

Outra ideia é a percussão corporal, que trabalha os tipos de sons e ritmos que os pequenos conseguirem descobrir a partir do uso das mãos. Aos poucos eles vão se dando conta do quanto podem criar, e com a intervenção do educador, pode-se criar ritmos de percussão corporal. Uma variação dessa atividade pode incluir canções infantis, assim como o tambor, intercalando suas batidas com as batidas das mãos. Além disso, pode-se ainda trabalhar a identificação dos sons com as mãos fechadas, com as mãos abertas, em forma de concha etc. Todas essas técnicas ajudam a criança com noções de ritmo, harmonia e percepção espacial. 

Como você pode ver neste curto espaço de tempo em que estamos conversando, até ideias já surgiram, imagine então a riqueza de conteúdo que nossos cursos online podem lhe oferecer. As atividades que fazem parte do currículo da educação infantil sempre focam no desenvolvimento lúdico da criança, e o que melhor que a música para alcançar esses objetivos? E sabe o que é ainda melhor? Para a criança, é diversão, enquanto para o educador, é o momento em que ele transmite o que ela precisa desenvolver e aprender.  

Ensino de música na educação infantil

O ensino de música na educação infantil e a formação docente 

Há uma preocupação do professor em não ser habilitado para trabalhar em uma área de conhecimento específica, neste caso, a música. Ora, se a música é uma linguagem, o professor deve estar apto a ensiná-la. Acontece que não é necessário que o professor da área de música seja um expert no assunto, o que ele pode fazer é desenvolver a sua musicalidade, fazendo um curso de musicalização infantil, por exemplo. Uma dica que sempre funciona: dispensar um tempo treinando as músicas que irá trabalhar com os alunos - uma boa preparação certamente compensará o fato de não ter essa formação específica.

Há a outra parte: a formação teórica. Não na música em si, mas em conceitos, fundamentos, reflexões, contextualização histórica e todo o tipo de saberes necessários para que se crie um bom planejamento pedagógico de atividades voltadas à musicalização e ao sucesso do projeto música na educação infantil.  

A formação necessária para o docente pode ser conseguida por meio dos cursos online com certificado do nosso portal. O curso online Música na Educação Infantil traz essa parte teórica em materiais preparados por uma equipe pedagógica exclusiva e que certamente irão de encontro às expectativas e necessidades dos profissionais que precisam de conteúdo sobre musicalização para educação infantil, assim como para qualquer pessoa que tenha interesse na temática e em iniciar a sua carreira como professor de educação infantil. 

O que faz bastante diferença para a inclusão de música na educação infantil é, principalmente, a postura do professor. Apesar dele não ter a formação na área específica, somente o fato dele buscar alternativas e conhecimento já demonstra o interesse em criar um ambiente propício ao ensino-aprendizagem. O profissional se capacita para proporcionar aos seus alunos uma formação importante em sua trajetória educativa e consegue ir muito bem na missão de trabalhar a musicalização sem que conheça uma nota musical. Um curso online sobre o ensino de música na educação infantil qualificará esse profissional para essa tarefa e também ajudará a fortalecer a sua formação em todas as outras disciplinas. 

Por que optar por cursos online? 

Trabalhar o projeto música na educação infantil exige um pouco mais de dedicação nos planejamentos de aula. Portanto, educadores precisam de muito jogo de cintura para conciliar as horas de trabalho com a sua vida pessoal e ainda encontrar tempo para se capacitar. Isso que nem consideramos quem está se especializando, fazendo pós ou cursos de extensão. Nesse contexto, os cursos a distância são tudo o que esses profissionais precisam: o conhecimento necessário, flexibilidade de horários e aprendizado no seu próprio ritmo.  

O ensino a distância atendeu a necessidade de quem tem uma vida bastante atarefada e sem uma agenda maleável, que possibilite frequentar cursos presenciais. Os cursos EAD facilitaram em muito a vida de milhares de pessoas que atuam em várias áreas e que precisam de uma formação continuada e também pela oferta de cursos em campos diversificados. Também é uma vantagem o investimento feito, pois os cursos a distância são mais baratos do que cursos presenciais – com a mesma qualidade e mesma validade, inclusive a comprovação dos cursos online com certificado.  

Os certificados do Enfoque Capacitação podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica

Cursos online do portal Enfoque Capacitação 

O destaque do nosso artigo foi o curso online Música na Educação Infantil, mas o portal tem uma grande variedade de cursos online com certificado. Mais de 160 mil alunos já comprovaram a excelência dos cursos online de nosso portal. Faça a sua inscrição e venha você também ser parte desse time. Capacite-se e garanta o seu lugar no mercado de trabalho. A certificação de nossos cursos é opcional, podendo o aluno escolher a carga horária sobre a qual quer ser avaliado. 

Caso opte pela certificação, terá um grande trunfo em seu currículo, podendo pleitear uma promoção de cargo, somar pontos em provas de títulos de concursos públicos (desde que esteja previsto no edital) e também usar como créditos nas atividades complementares do curso de graduação. É ou não é bom? 

Aproveite e deixe o seu comentário, opinião ou sugestão, teremos muito prazer em conversar com você. Até mais!