A imagem de uma empresa, organização ou pessoa pública deve sempre ser íntegra e vista como um referencial pela sociedade. A divulgação de suas ações ajuda bastante nesse objetivo, mostrando seus principais valores, negócios e atividades que merecem reconhecimento – e isso vai muito além do marketing. Por outro lado, qualquer equívoco ou erro também merece retratação e resposta, afinal, nada é perfeito e sempre acontecerão contratempos.

Essas situações extremamente comuns destacam uma área fundamental e necessária em diversos contextos: a assessoria de imprensa. Lidar com diferentes canais e com toda a opinião pública em si não é uma tarefa simples, por isso esse ramo é cada vez mais exaltado e procurado por muitos clientes.

O profissional que lida com esse campo realiza uma série de tarefas, independente do porte de seu contratado. Com tendências recentes e pontos que se renovam, o aperfeiçoamento com um curso de assessoria de imprensa torna-se primordial, ainda mais no ponto de vista de planejamento, estratégias, publicidade e monitoramento. Não é por menos que uma empresa bem assessorada consegue bons resultados e sabe lidar facilmente com os períodos de crise.

Tema de nosso artigo de hoje, todo o campo de assessoria de comunicação é tratado detalhadamente no Curso Online Assessoria de Imprensa, do Enfoque Capacitação, um dos melhores cursos online da área de comunicação e marketing. Em tópicos completos e atualizados, os interessados podem se capacitar e aplicar toda a teoria na prática diária.

Além desse curso de assessoria de imprensa online, vamos destacar várias opções para seu aprendizado disponíveis em nosso portal. São centenas de cursos a distância prontos para auxiliar em sua formação pessoal e profissional. Para saber mais e ficar por dentro das vantagens, desvendar os aspectos da assessoria de imprensa e fortalecer seus conhecimentos, leia o texto e fique de olho nas dicas. Ao final, conte pra gente quais foram suas impressões. Vamos lá?

Guia geral, curso e histórico da assessoria de imprensa

A necessidade de uma comunicação empresarial com todos os meios midiáticos e com a opinião pública contribuiu para o surgimento da assessoria de imprensa. Em meio ao crescimento industrial, a transparência nas leis trabalhistas e o boom das notícias no jornal impresso e no rádio, muitas organizações precisavam de setores especializados em sua relação tanto com a mídia quanto com a sociedade em si.

Foi nesse contexto e em meio a um "escândalo" que data o primeiro trabalho de assessoria de imprensa, realizado nos Estados Unidos, em 1906. Na ocasião, o jornalista Ivy Lee tornou-se pioneiro nesse trabalho ao defender um empresário acusado de mandar atirar em um de seus funcionários, fato que gerou um rebuliço na época, visto que sua corporação era uma das mais famosas do país.

Mas, graças ao relacionamento com a imprensa e ações de transparência e pragmatismo, Lee conseguiu reverter o quadro e "limpou a barra" da empresa, mostrando como funcionava seu trabalho e abrindo as portas das fábricas para que todos conhecessem seus processos. Foi a partir daí que criou-se uma relação aberta entre a mídia e as corporações, com a meta de se retratar, mostrar credibilidade e ressaltar os valores aos consumidores.

Segundo Maristela Mafei, autora do livro "Assessoria de Imprensa: como se relacionar com a mídia", as ações de Lee deram certo graças aos seus argumentos exatos e qualitativos que geravam interesse nos jornalistas a apurar e escrever sobre o assunto. Funcionava como uma ponte perfeita entre seu cliente e a mídia, o que se tornou praticamente o objetivo principal da assessoria de imprensa.

Mais tarde, no advento das grandes guerras mundiais, esse ramo passou a ser auxiliar dos governos tanto na arrecadação de recursos quanto para exaltação do patriotismo. Com uma visão mais propagandística, passou a gerar notícias relativas aos regimes autoritários que deveriam ser de conhecimento da população e dos canais em si – nesse caso, relacionava as atividades do governo a esses meios.

Foi a partir daí que todo o campo de assessoria de comunicação começou no Brasil, com iniciativa do Ministério da Agricultura e de multinacionais como a General Motors, em meados dos anos 1920. Já durante o governo de Getúlio Vargas, os campos de assessoria de imprensa e relações públicas se fortaleceram, visando aumentar a visibilidade e imagem pública do presidente. Foi nesse período que surgiu a Voz do Brasil, programa popular que é transmitido no rádio até hoje.

Na Ditadura Militar, por sua vez, foi criada a Assessoria Especial de Relações Públicas (AERP), com o intuito de exaltar o regime autoritário enviando notas à imprensa. Porém, tanto por essa questão quanto pela forte fiscalização dos canais de mídia – que deviam seguir os padrões delimitados pelo governo - muitos jornalistas começaram a tratar os assessores com indiferença, fato que ainda é visto atualmente por alguns profissionais.

Com o advento da democracia, a evolução dos meios de comunicação e a organização de diversas áreas, as funções do assessor de imprensa ganharam notoriedade e o afastaram definitivamente do ramo de relações públicas. É comum que muitos confundam, mas são diferentes. Para Mafei, a principal distinção é que o RP é mais voltado à administração de relacionamentos, conciliação de interesses entre a organização e o público; enquanto o assessor tem foco na parte de informações e com ligação direta com a imprensa. Sendo assim, ambas se complementam e formam toda a assessoria de comunicação de uma empresa.

Entende-se que a assessoria de comunicação é um setor completo formado por vários profissionais, cada um responsável por suas funções específicas: assessores de imprensa, relações públicas, gestores de comunicação empresarial e até atuantes no campo de planejamento estratégico e recursos humanos.

Visto essa parte histórica, o autor Rivaldo Chinem define a assessoria de imprensa como intermediária entre a organização e o público em geral, levando informações esclarecedoras e de interesse público, planejando e fortalecendo a relação com jornalistas e canais, buscando cada vez mais conhecimentos técnicos e consciência ética em suas ações e influências.

Com tantos predicados, cabe ao profissional de destaque buscar ferramentas que qualifiquem seu trabalho e o atualizem sobre os mais variados cenários – como as tendências digitais, em voga nos tempos modernos. Muitas fontes são ótimas para esse caso, como um curso de assessoria de imprensa e cursos online com certificado ligados à área.

Aqui no Enfoque Capacitação, além do Curso Online Assessoria de Imprensa, há também um curso online ligado à parte de relações públicas (Curso Online Relações Públicas‍), e comunicação empresarial (Curso Online Comunicação Empresarial‍), complementos interessantes ao tema de nosso artigo.

Cursos relacionados que podem te interessar:

Gestão de imagem em assessoria de imprensa

A gestão de imagem foi a primeira situação em que se fez necessário o trabalho de um assessor de imprensa e o que tornou esse ramo preponderante para toda empresa, entidade, órgão e pessoa pública. Já ouviu dizer que todos têm uma imagem a zelar? Imagine aqueles que são conhecidos e precisam "ser um exemplo" à sociedade?

O departamento de comunicação tem cada vez mais espaço nas organizações e é responsável por esse gerenciamento, tanto no planejamento de divulgação e caminhos para fortalecer a imagem quanto para atenuar e lidar com possíveis crises. Como existem diferentes públicos, dos clientes aos fornecedores, é necessário montar uma boa estrutura e um cronograma eficiente.

Com certeza você já viu algum caso de empresa envolvida em alguma polêmica ou evento em que foi necessário se justificar. Nesse caso, a assessoria tem papel primordial,a fim de evitar que a reputação e a credibilidade da organização sejam afetadas negativamente, no contato com a mídia, prestando esclarecimentos. Obviamente, adversidades aparecem e, nesse caso, cabe gerenciar a crise de modo ético, racional e estratégico.

Ou seja: não basta agir de modo desesperado ou tampouco querer apagar o fato, com medidas improvisadas que pioram a situação e aumentam as chances de risco. Para o especialista Mário Rosa, o planejamento deve ser considerado para "estancar a vulnerabilidade da empresa" e evitar agravantes, bem como praticar uma gestão de conflitos internos e externos frequente.

Não é tão simples assim, por isso é uma função desafiadora. Cursos online contêm versões de teóricos e exemplos de gestão de imagem que podem inspirar muitos profissionais, pois não faltam casos a serem citados. Nosso curso de assessoria de imprensa online é uma boa alternativa, assim como demais cursos a distância do portal ligados a essa pauta.

Relacionamento com a imprensa

Além da imprensa estar presente em todos os canais (jornal, rádio, TV, internet), as pessoas também ficam conectadas e se atentam a todas as atividades exercidas pelas organizações e personalidades públicas. Visto esse cenário, a assessoria tem como um dos objetivos principais melhorar seu relacionamento com a mídia e com todo o público.

Esse é um bom diferencial tanto para lidar com as crises quanto para fortalecer a imagem e se destacar frente à concorrência. Além disso, a área se firma como um meio seguro de informação em meio a notícias infundadas e o temido sensacionalismo que vemos em muitos canais, já que infelizmente não é toda a mídia que preza pela veracidade e apuração de fatos.

Sendo assim, entre alguns métodos de relacionamento estão a disposição em lidar com diferentes profissionais e públicos (por canais abertos e fáceis de atendimento), a coerência na divulgação, a escolha detalhada e bem feita de suas fontes (press-kit), a relevância da notícia que será promovida e o oferecimento de uma solução por meio da matéria. Chegar ao resultado pode ser bem simples desde que a relação se fortaleça por caminhos sadios e não mediante a favores particulares – estratégia ainda utilizada por muitas empresas e assessores despreparados.

curso de assessoria de imprensa

Características dos veículos de produção

Com a ascensão da internet, os veículos de produção midiática estão presentes no digital e divulgam suas notícias com habilidade e agilidade, visando a "exclusividade" e o alcance de público por meio de estratégias que se renovam de tempos em tempos. Embora este fenômeno seja latente e as pessoas se mantenham conectadas frequentemente, as opções tradicionais não estão fadadas ao fracasso, muito pelo contrário.

Tipos clássicos, como a televisão, ainda atraem grande parcela do público, sobretudo a grande massa que precisa ser atingida em um planejamento de comunicação. Logo, a transmissão da mensagem deve ser pensada considerando todas as alternativas e, claro, sua linguagem, abordagem e público alvo. Em meio a uma metodologia quantitativa e qualitativa, o trabalho do assessor depende de uma planificação extremamente elaborada – e que vai muito além de uma publicidade, por exemplo.

Entre os meios mais tradicionais, podemos citar o rádio, a TV, a revista, o jornal e a internet (redes sociais, sites, fóruns). Alguns são mais livres, outros mais regrados; instantâneos ou pontuais; de alto ou baixo custo; de cobertura local ou nacional; com público segmentado ou global, entre muitas outras características.

Em todo caso, o estudo dos veículos de produção e difusão de notícias é vasto e leva a variáveis que precisam de análise diária – realizada tanto no planejamento quanto na etapa de monitoramento. No curso de assessoria de imprensa que oferecemos no portal, há tópicos específicos sobre esse tema que elucidam vários pontos aos alunos. É um curso online auxiliar à graduação e ideal também para renovar seus conhecimentos em um assunto tão abrangente.

Resultados em assessoria de imprensa: clipping e relatórios de atividades

Falando em monitoramento e resultados, o processo conhecido como clipagem (bem como seus relatórios) analisa todos os veículos e obedece as regras de cada canal. Esse procedimento é definido como um serviço de apuração e coleta de matérias publicadas nas mais diversas fontes a respeito da pauta divulgada, de uma propaganda ou qualquer nota referente ao responsável/cliente.

Imagine que, se o assessor promove um release referente a uma ação social para diferentes profissionais e veículos, ao final da divulgação ele precisa monitorar e verificar quais canais aproveitaram e fizeram uso da pauta. Tudo isso é feito pela clipagem, seja pelo próprio ou por um funcionário direcionado, que gera um relatório a ser analisado pela equipe de planejamento e comunicação. A partir desse documento, dá para ter uma visão geral e tomar boas decisões, ainda mais na montagem das estratégias futuras.

É por isso que o acompanhamento e mensuração de resultados são importantes no campo de assessoria de imprensa também, tanto na análise do trabalho quanto na apresentação para o cliente. Assim, sabem-se quais são os caminhos a seguir, pontos fracos a melhorar e fortes a destacar.  O mercado de clipping está cada vez mais sofisticado, com coleta de dados completa e levantamentos estruturados, visando a qualidade total no serviço e o reconhecimento dos contratantes.

Quer algumas dicas de cursos online com certificado interessantes nesse tema? Tanto o curso de assessoria de imprensa online disponível no Enfoque Capacitação quanto o Curso Online Qualidade Total na Empresa‍ podem te auxiliar bastante, pois se complementam e garantem um estudo ainda mais rico e excelente.

Os certificados do Enfoque Capacitação podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica

Assessoria de imprensa: especialize-se com cursos online

Definitivamente, hoje em dia não basta contar apenas com a graduação para se dar bem no mercado de trabalho e se destacar na profissão. Assessores renomados precisam se especializar e ir muito além da formação, seja em jornalismo, relações públicas ou outra área da comunicação. Sendo assim, vale muito a pena aperfeiçoar os conhecimentos com um bom curso online.

Opções flexíveis, seguras, econômicas e estupendas, os cursos online conquistam milhões de pessoas e dão um plus na graduação, no currículo, no ramo de atuação e nas mais variadas atividades. Seja no Curso Online Assessoria de Imprensa ou demais alternativas, você tem a sua disposição um leque de temas para conhecer, atualizar e revigorar seu aprendizado.

Aqui no Enfoque Capacitação há centenas de cursos a distância de áreas distintas que você pode acessar por um ano inteiro investindo apenas uma taxa única de R$69,90. Tenha a sua disposição todos os cursos online com certificado do Pacote Master para estudar onde e quando quiser, com total autonomia e praticidade. Eis uma proposta tão boa que você não encontra em qualquer portal. Que tal se inscrever agora?

Comece com o Curso Online Assessoria de Imprensa e escolha outros cursos de sua preferência. Todos são preparados por nossa equipe pedagógica dedicada e ainda dão chance para certificação, caso esse seja seu desejo. Quer saber mais? Deixe um recado pra gente com suas dúvidas. Espalhe essa ideia e não deixe de acompanhar os outros conteúdos de nosso blog. Boa sorte e até mais.